Toca Rufar - Projecto de Percussão | FAQ's

Toca Rufar - Projecto de Percussão

FAQ's

Nesta secção poderá encontrar as respostas à maior parte das dúvidas que possa ter. Caso necessite de mais esclarecimentos, contacte-nos para o seguinte email: tocarufar@tocarufar.com. Obrigado.

Onde se realizam os ensaios?
O curso livre da Orquestra Tocá Rufar é gratuito e pretende dar a conhecer os ritmos e temas de percussão tradicional portuguesa e ensinar noções básicas de técnica de bombo e caixa de rufo, privilegiando a vivência da música de forma lúdica e o convívio interpessoal, não tendo objectivos curriculares definidos. É aberto a todos e a partir dos 6 anos. 
 
A partir de Setembro de 2016, os ensaios realizam-se aos sábados, das 14h30 às 17h30, no CEA- Centro de Experimentação Artística, no Vale da Amoreira, Moita.
Link do mapa >>>     coordenadas GPS: Latitude: 38.64251735 - Longitude: -9.03958082
 
O local de encontro para os tocadores que vão do Seixal é junto ao Núcleo Histórico do Seixal é junto à APCAS - Associação de Paralesia Cerebral Almada Seixal, (ao pé da PSP e da CGD - Caixa Geral de Depósitos) com partida conjunta para o local de ensaio, às 13h30. (contactar Rui Júnior 917 575 664 para cofirmar encontro)
 
Os ensaios começam pontualmente com alguns minutos de aquecimento pelo que a chegada ao local deverá ocorrer 15 minutos antes da hora de início para a distribuição de instrumentos, entre outras tarefas de preparação.
 
Mapas de localização dos ensaios:
 
ENSAIO NO VALE DA AMOREIRA
 
Se ainda tem dúvidas não hesite em ligar ou enviar mail: Rui Júnior - 917 575 664 - tocarufar@tocarufar.com
Todas as pessoas podem participar? Com que idade se pode entrar para o Tocá Rufar?

O nosso método de ensino é dirigido a maiores de 6 anos e, a partir daí, não há limite de idade. Todos são bem vindos!

No Tocá Rufar cada um é livre de definir os seus próprios limites.

Como posso inscrever-me no Tocá Rufar e participar? Como posso inscrever o meu filho?

É simples e totalmente gratuito. Sugerimos os seguintes passos:

1. Assistir ou participar num ensaio aberto do Tocá Rufar (ver pergunta anterior)

2. Fazer a inscrição no próprio local onde decorreu a oficina;

3. Frequentar regularmente os ensaios semanais.

A formação no Tocá Rufar é gratuita, basta ter muita vontade de aprender a tocar bombo.

O Tocá Rufar cede os instrumentos para os ensaios e para as actuações. Os Rufinas não precisam de comprar o seu próprio tambor

O único gasto solicitado ao Rufina é a compra da farda, a um preço simbólico.

Nota: apenas os alunos de nível avançado necessitam de farda.

Os ensaios dividem-se em 3 momentos, sendo que, inicialmente, qualquer pessoa pode participar e tocar na 1º hora, das 14h30 às 15h30.

Na 1º hora, e após um aquecimento físico, os tocadores tocam ritmos variados, acessíveis a qualquer iniciado. Quem entra de novo começa por tocar o instrumento Bombo e aprende a balouçar o braço com que toca. Pouco a pouco e consoante a motivação e a regularidade com que se frequeanta os ensaios, o tocador passa para um nível superior e ensaia as 2 primeiras horas. Na 2º hora já começa a aprender temas completos mas ainda com pouca compexidade. A 3º hora é dedicada a exercícios e temas com maior complexidade. No entanto, consoante a resistência física e força de vontade, a maioria dos participantes aguentam as 3 horas de ensaio.

O que é um Rufina?

Rufina é como chamamos, carinhosamente, a todos os inscritos no Tocá Rufar.

Se a palavra viesse no dicionário (quem sabe um dia…) os seus sinónimos seriam: pessoa amiga e camarada, alegre, atenta, tolerante, disposta a ajudar, pronta para pôr mãos à obra e que gosta de bombos e de percussão tradicional portuguesa.

Além disso, os Rufinas são celebres pelo seu carisma e pela sua entrega.

Depois de me increver o que tenho de fazer? Qual o percurso do Rufina na Orquestra Tocá Rufar?

No Tocá Rufar cada um define os seus próprios limites.

Após a inscrição o Rufina deverá frequentar os ensaios abertos com a maior assiduidade possível começando por aprender a técnica básica e os ritmos elementares de desfile no bombo.

À medida que o aluno progride passa a poder frequentar outros ensaios de nível superior, como seja, o ensaio avançado de desfile, o ensaio elementar de temas e, por fim, o ensaio avançado de temas.

À medida que domina o instrumento bombo o rufina é convidado a aprender também caixa-de-rufo e timbalão. O tocador ideal saberá tocar o repertório do Tocá Rufar nestes 3 instrumentos.

A par com as aulas e em função do desempenho musical e pessoal do Rufina este participa em actuações da Orquestra Tocá Rufar adequadas ao seu nível.

Quando é que um Rufina começa a participar em actuações?

Tradicionalmente os Rufinas estreiam-se no primeiro fim-de-semana de Setembro nas animações da Festa do Avante, bastando para isso 3 a 4 meses de participação assídua e empenhada nos ensaios da Orquestra Tocá Rufar.

Independentemente dessa data os alunos do Tocá Rufar são chamados a actuar assim que tenham atingido o necessário desempenho musical e pessoal.
 
O Tocá Rufar realiza espectáculos com diversos graus de exigência e os rufinas determinados sobem ao palco em menos de nada.

Como se aprende música no Tocá Rufar? E que mais se aprende além de música?

O método de ensino utilizado baseia-se na teoria da aprendizagem defendida por Edwin Gordon. Os Rufinas começam por cantar os ritmos através de movimentos corporais e só posteriormente utilizam os instrumentos. Este processo culmina com o saber fazer de uma forma directa sem necessidade de símbolos escritos (pautas).

Depois de saber interpretar um tema, se o Rufina mostrar interesse em conhecer a sua partitura, o Tocá Rufar dar-lha-á a conhecer sendo mais fácil, nesse momento, decifrá-la uma vez que o Rufina já a tocou.

Os Rufinas ensaiam em conjunto ao domingo e praticam sozinhos, em suas casas, durante os restantes dias da semana.

Além do ensino da música o Tocá Rufar desempenha um importante papel social e de formação pessoal, sob o lema entrega-te, revela-te, supera-te. Os Rufinas que ingressam na Orquestra mostram progressos ao nível da auto-estima, disciplina, perseverança, atenção, sensibilidade para com os outros, capacidades de trabalho em grupo, motricidade, coordenação e flexibilidade.

De que outras actividades é que os Rufinas podem usufruir no Tocá Rufar?

Além da sua acção na Orquestra Tocá Rufar, os Rufinas têm oportunidade de assistir a peças de teatro, concertos e outros eventos e participar em intercâmbios culturais e tocar com outros grupos. Viajam e conhecem Portugal inteiro e vão ao estrangeiro. Visitam as feiras, conhecem o nosso povo e as nossas culturas e muito mais.